17/04/17

Conferência de Imprensa

Convocatória
Conferência de Imprensa
27 de abril 15h00 - Casa Branca de Gramido, Gondomar
Lançamento da Programação do Ei! Marionetas 2017
O Encontro Internacional de Marionetas de Gondomar regressa às margens do Rio Douro de 18 a 21 de maio de 2017 para a sua 3ª edição com grandes propostas culturais e uma programação ainda mais diversificada.
Anunciamos desde já, para a edição de 2017, mais de 20 propostas culturais oriundas de 6 países com destaque para as companhias Internacionais que em Portugal se irão apresentar vindas da Alemanha, de França e do Brasil.
Na conferência de Imprensa estarão presentes a programadora do Festival Clara Ribeiro e o Exmo. Sr. Vice-Presidente e Vereador da Cultura de Gondomar Dr. Luís Filipe Araújo.
Será fornecido um dossier técnico, conteúdo em formato digital bem como os livres passes de imprensa para o Ei! Marionetas.
A sessão tem inicio às 15h00 na Casa Branca de Gramido em Gondomar com a apresentação da performance “Cidadão de Cartão” pela Projet’Arte, num projeto de inclusão pela Arte.
mais informações em www.ei.marionetasmandragora.pt



12/01/17

NUMEROLOGIA 81.905 espetadores


NUMEROLOGIA

81.905 espetadores

Esta profética missão que nos acompanha ao longo do ano quando no final de cada iniciativa temos de apresentar os números e fazer o relatório numa espécie de perseguição passada. Quantos foram?, onde foi?, a que horas?, duração?, … esta cultura que se apresenta numa marginalidade controlada faz com que nesta data os reis magos nos tragam a folha de Excel, o gráfico e o diagrama como bónus por mais um ano de cumprimento de metas e regras.
E apesar do rigor ficamos espantados. Que belos resultados. A nomeação interna do marionetista do mês faz com que os milhares de números se desvaneçam num grande deleite. Bom, bom! Uma palmadinha de congratulação pelos excelentes resultados alcançados.
Faz parte do processo dizem. Dizemos bem alto que faremos a doação dessa parte!
E no final dos habituais queixumes ficamos contentes e orgulhosos porque por detrás dos números estão pessoas, viagens, encontros, novos caminhos, … e os números passam a ser histórias. E nós, na nossa capacidade de dar vida aos objetos, transformamos os números em dança e olhamos deleitados para as narrativas que eles tecem para aquilo de bom que se traduz na capacidade de saber decifrá-los.
Ora vejam:
193 apresentações de espetáculos das quais 2 estreias e 58 em contexto de rua e recriação histórica. 36 ações de formação, 16 exposições e um enorme trabalho comunitário!
E andamos, andamos, andamos por Espinho, Gondomar, Esposende, Cascais, Matosinhos, Santo Tirso, Vagos, Vila do Conde, Palmela, Vila Nova de Cerveira, Miranda do Douro, Oeiras, Poceirão, Alcanena, Barreiro, S. João da Madeira, Abrantes, Almada, Ílhavo, Sever do Vouga, Santa Maria da Feira, Bragança, Castro Verde, Cerdeira, Torres Novas, Coimbra, Porto, Arouca, Lousã, Torres Vedras, Almeirim, Aveiro, Tondela, Tábua, Caminha, Tavira, Lamego, … por Espanha em Cáceres, Ciudad Rodrigo e Ourense e pela Noruega em Svelvik e Berger.
E finalmente, o tão aguardado número: 81.905 espetadores em 2016
http://www.marionetasmandragora.com/

08/01/17

Um bom 2017....

Começamos o ano de 2017
Este ano, estaremos a dar apoio à criação da nossa amiga, Marta Costa, que estagiou conosco durante o ano de 2016 num projeto pessoal chamado "balança" que se impulsiona para o apoio no seu projeto futuro! Um trabalho que alia a saúde à marioneta.

Nos seis primeiros meses do ano estaremos com uma grande digressão da criação "conchas" numa estreita colaboração com a d'Orfeu, num projeto que partiu do apoio da EEAGrants Pegada Cultural.

Durante a Primavera estaremos em modo Festival. Em Espinho, estaremos com o Festival Mar Marionetas, com workshops, espetáculos para escolas e para o público familiar, bem como estaremos na organização da terceira edição do EI Marionetas e a decorrer nos últimos dias de Maio na cidade de Gondomar.

E quando chegar o Verão vamos para a rua celebrar a história e as digressões.

Lá para o Outono voltaremos com a criação do "Queixa-te"a partir de Cervantes numa visão teatral de António José da Silva.

E enquanto o ano decorre estão já previstas parcerias e colaborações com outras estruturas....

Mas ao longo do ano estaremos também a preparar projetos da companhia com estreia marcadas para Março de 2018...

Fica um vislumbre do ano de 2017! Acompanhem-nos!

28/07/16

Adormecida em Espanha

Dia 6 de Agosto pelas 20h00
ADORMECIDA regressa à cena, em Caceres/Espanhã no 32º Festival de Teatro Clásico.
Mais em:
http://www.marionetasmandragora.com/index.php?hidEv=91

Marionetas na Viagem Medieval

Ontem deu início a Viagem Medieval de Santa Maria. Dias de festa, dias de jogo, dias de lazer. Este ano temos o prazer de trabalhar com uma excelente equipa de atores. 
Fábio AlvesEurico SantosLuís Almeida e Filipa Mesquita.
Uma narrativa satírica e comica que narra alguns acontecimentos da vida de D. DINIS

01/05/16

Espetáculos, formação, digressão e sem dúvida o EI! Marionetas Encontro Internacional de Marionetas em Gondomar, um grande evento.

EI! Maio chega com grande dinâmica! 
1
para que servem as mãos
Cidade do Porto, Porto
16h
2,9,19
Formação cruzes cruzeta
Academia de Música de Espinho
14h-15h
Inscrições Encerradas
6
Formação
Xerazade e a mil e uma histórias
Agrupamento á Beira douro
Inscrições encerradas
7
Formação
Construção de Marionetas em esponja
Forum de arte e Cultura de Espinho
9h-13h
Inscrições Encerradas
8
conchas
Cine Teatro de Estarreja
16h
9
conchas
Cine Teatro de Estarreja
10h30
10
Exposição palco das Marionetas
Festival I
Biblioteca Municipal Manuel Alegre
10 a 15 de Maio
ESPAÇO ARTE NO PARQUE - PARQUE NASCENTE
Palco das Marionetas
21.00
10 a 30 de maio
13
11h00 e 15h00, Biblioteca Municipal Manuel Alegre, Agueda
Visita Guiada à Exposição “Palco às Marionetas”
14
11h00, Biblioteca Municipal Manuel Alegre, Agueda
Visita Guiada à Exposição “Palco às Marionetas”
15
conchas
Festival i, Agueda
11h00, Biblioteca Municipal Manuel Alegre
http://www.dorfeu.pt/programacao/festivali/i_2016
17
BIBLIOTECA MUNICIPAL DE GONDOMAR
Marioneta do Oriente
14.30
17 de maio a 4 de junho
BIBLIOTECA MUNICIPAL DE GONDOMAR
Pronto, era assim – Cinema de Animação
14.30
17 de maio a 4 de junho
CENTRO CULTURAL DE RIO TINTO AMÁLIA RODRIGUES
Palco às Marionetas
14.30
17 de maio a 4 de junho
18
mãos de sal
Fórum de Arte e Cultura de Espinho
21h
Dia Internacional dos Museus
21
conchas
Cine-Teatro São Pedro, ABRANTES
10h30 e 11h30
casa dos ventos
Teatro Estudio Antonio Assunção, ALMADA
11h
23
A FLORESTA
Auditório Municipal de Esposende, Esposende
23 May' 2016 10.30
24
CASA BRANCA DE GRAMIDO
Palcos das Marionetas
14.30
24 de maio a 4 de junho
31
Benilde Bzzzoira
JI, Gondomar
http://www.ei.marionetasmandragora.com/

29/04/16

Ei!!! MARIONETAS Gondomar 2016 PROGRAMA COMPLETO

PROGRAMA COMPLETO
EI! Encontro Internacional de Marionetas em Gondomar
26 a 29 de Maio

DIA 26
15.30 | DESFILE
dancEI!
Associações de Dança de Gondomar
Jardim da Biblioteca Municipal de Gondomar
16.00 | ESPETÁCULO
Teatro Dom Roberto
Limite Zero – Associação Cultural [Portugal]
Jardim da Biblioteca Municipal de Gondomar
16.30 | PERFORMANCE
dancEI!
Associações de Dança de Gondomar
Jardim da Biblioteca Municipal de Gondomar
17.00 | ESPETÁCULO
Antologia
Companya Jordi Bertran [Espanha]
Auditório Municipal de Gondomar

DIA 27
10.00 | SERVIÇO EDUCATIVO
E Assim Nasceu Guimarães
Serviço Educativo do Museu de Alberto Sampaio
Biblioteca Municipal de Gondomar
10.30 | SERVIÇO EDUCATIVO
Grãos de Areia
Serviço Educativo do Museu Municipal de Espinho
Biblioteca Municipal de Gondomar
10.30 | ESPETÁCULO
A Floresta
Teatro e Marionetas de Mandrágora [Portugal]
Em coprodução com o Centro de Educação Ambiental de Esposende
Centro Cultural de Rio Tinto Amália Rodrigues
14.30 | SERVIÇO EDUCATIVO
Há Monges no Mosteiro
Serviço Educativo do Mosteiro de São Martinho de Tibães
Biblioteca Municipal de Gondomar
14.30 | ESPETÁCULO
A Floresta
Teatro e Marionetas de Mandrágora [Portugal]
Em coprodução com o Centro de Educação Ambiental de Esposende
Centro Cultural de Rio Tinto Amália Rodrigues
21.30 | ESPETÁCULO
ClaraLua
Beniko Tanaka [Japão]
Auditório Municipal de Gondomar

DIA 28
10.30 | PERFORMANCE
dancEI!
Associações de Dança de Gondomar
Jardim da Biblioteca Municipal de Gondomar
11.00 | SERVIÇO EDUCATIVO
Xerazade e as mil histórias
Agrupamento de Escolas À Beira D’Ouro
Biblioteca Municipal de Gondomar
11.30 | CONVERSA
Encontro “As Marionetas no Mundo – O Oriente”
Elisa Vilaça [Macau]
Biblioteca Municipal de Gondomar
14.00 | OFICINA
Marionetas para Animação Stop-Motion
Joana Nogueira e Patrícia Rodrigues [Portugal]
Biblioteca Municipal de Gondomar
14.30 | DESFILE
dancEI!
Associações de Dança de Gondomar
Jardim da Biblioteca Municipal de Gondomar
15.00 | ESPETÁCULO
Banana Split
Marimbondo [Alemanha / Portugal]
Jardim da Biblioteca Municipal de Gondomar
16.00 | ESPETÁCULO
Eu Quero a Lua
Partículas Elementares
Auditório Municipal de Gondomar
17.30 | PERFORMANCE
dancEI!
Associações de Dança de Gondomar
Jardim da Biblioteca Municipal de Gondomar
18.00 | CINEMA
Seleção CINANIMA
Auditório Municipal de Gondomar
21.00 | DESFILE
dancEI!
Associações de Dança de Gondomar
Casa Branca de Gramido
21.30 | PERFORMANCE
dancEI! Cabaret
Associações de Dança de Gondomar
Casa Branca de Gramido
22.00 | ESPETÁCULO CONCERTO
festEI!
Miss E@sy
Marimbondo [Alemanha / Portugal]
Casa Branca de Gramido

DIA 29
10.30 | DESFILE
dancEI!
Associações de Dança de Gondomar
Jardim da Biblioteca Municipal de Gondomar
10.30 | PERFORMANCE
dancEI!
Associações de Dança de Gondomar
Centro Cultural de Rio Tinto Amália Rodrigues
11.30 | ESPETÁCULO
Alforria
Boca de Cão – teatro de rua e formas animadas [Portugal]
Jardim da Biblioteca Municipal de Gondomar
14.45 | PERFORMANCE
dancEI!
Associações de Dança de Gondomar
Dança Contemporânea (grupo de crianças)
Centro Cultural de Rio Tinto Amália Rodrigues
15.00 | ESPETÁCULO
Benilde Bzzzoira
Teatro e Marionetas de Mandrágora [Portugal]
Centro Cultural de Rio Tinto Amália Rodrigues
15.30 | PERFORMANCE
dancEI!
Associações de Dança de Gondomar
Jardim da Biblioteca Municipal de Gondomar
16.30 | ESPETÁCULO
Tamariz – Árvore como nós
Lua Cheia – Teatro para Todos [Portugal]
Auditório Municipal de Gondomar

EXPOSIÇÕES
ESPAÇO ARTE NO PARQUE - PARQUE NASCENTE
Palco das Marionetas
10 MAIO 21.00
10 a 30 de maio
BIBLIOTECA MUNICIPAL DE GONDOMAR
Marioneta do Oriente
17 MAIO 14.30
17 de maio a 4 de junho

BIBLIOTECA MUNICIPAL DE GONDOMAR
Pronto, era assim – Cinema de Animação
17 MAIO 14.30
17 de maio a 4 de junho

CASA BRANCA DE GRAMIDO
Palcos das Marionetas
24 MAIO 14.30
24 de maio a 4 de junho

CENTRO CULTURAL DE RIO TINTO AMÁLIA RODRIGUES
Palco às Marionetas
17 MAIO 14.30
17 de maio a 4 de junho

BILHETEIRA
Auditório Municipal de Gondomar 4.00€
Biblioteca Municipal de Gondomar 1.50€
Centro Cultural de Rio Tinto 1.50€
Casa Branca de Gramido entrada livre
Jardim da Biblioteca entrada livre

Oficina 4.00€ (INSCRIÇÕES ABERTAS)
Conversa entrada livre
Exposições entrada livre

EI!!! Marionetas Gondomar 2016 APRESENTAÇÃO

EI!, que decorrerá entre 26 e 29 de maio de 2016, resulta de uma parceria entre a companhia Teatro e Marionetas de Mandrágora e o Município de Gondomar com o apoio da DGArtes que acolhe companhias internacionais, bem como uma vasta programação de companhias de marionetas nacionais, com apresentações de sala e rua, exposições, conversas, feiras, mostras e concertos.
EI! afirma-se nacional e internacionalmente como um espaço de programação contemporânea, inovadora e alternativa, de reconhecido mérito artístico e que neste ano que volta a acolher companhias internacionais (provenientes de Japão, Alemanha, Macau e Espanha), bem como uma vasta programação de companhias de marionetas nacionais, com apresentações de sala e rua.
É Encontro de gentes e artistas onde a marioneta se apresenta como uma arte cénica em plena evolução. Um espaço criativo onde diferentes criadores revelam a dimensão deste campo artístico que continua a explorar terrenos novos e imprevistos em dialética com outras formas de arte.
Passando pelas formas tradicionais portuguesas às experiências criativas mais contemporâneas, que se situam claramente para além das fronteiras mais evidentes da marioneta, passando pelas propostas dirigidas aos mais novos e pelas ações de formação e oficinas, o EI! tem como papel central a formação artística de distintos públicos e nesta segunda edição com particular interesse pelo Teatro de Marionetas no Oriente e as formas e técnicas tradicionais ancestrais destes povos com um passado artístico riquíssimo.
É uma oportunidade de manter o trabalho de contacto social que a companhia Teatro e Marionetas de Mandrágoratem vindo a desenvolver, trabalhando na comunidade a dimensão cultural dinâmica e permanente da arte da marioneta levando este público a participar no EI! através da preparação de espetáculos comunitários e exposições do trabalho realizado.

EI! é um grito de chamada de atenção para a Arte, para a Cultura e para a Comunidade.
Contamos com a vossa presença, com vosso apoio, com o vosso empenho e com a vossa palavra.
Este ano o lema é EI! Oriente-se!

21/04/16

Queixa-te! nova criação começaram os ensaios!



http://marionetasmandragora.com/index.php?hidEv=140

inspirado livremente na obra “O grande D. Quixote de La Mancha e o gordo Sancho Pança” de António José da Silva
M/8
60 mns
2016

42ª produção da companhia
INSTAGRAM #queixate_marionetas_mandragora

Esta criação mistura a sátira, o burlesco, canções de ópera cómicas e voos de fantasia surrealista. Explorando por completo a riqueza imaginativa da peça original — os absurdos feitos, os enganos fantásticos, os encontros estranhos, as ilusões de D. Quixote e o comportamento bizarro do seu escudeiro Sancho Pança.

SINOPSE
A nossa interpretação, mantendo-se fiel à original em texto e em espírito, faz uma interpretação livre sobre o nosso tempo, as limitações que nos impõem e sobretudo a que impomos a nós mesmos. Numa atmosfera amarga e doce, terna e cruel abordamos a sociedade atual, fazendo uma leitura profunda dos mecanismos do poder. Existem aqueles que tal como Sancho Pança se arrastam na terra, tentando alcançar o tal sonho impossível, mas que não possuindo características para uma bem-sucedida liderança, fracassam. E dos que tal como D. Quixote, ascendem, e uma vez detentores do poder manipulam toda uma sociedade que, inerte, assiste ao espetáculo da decadência de valores: ora quedos, ora queixosos.
O uso do texto é transmitido ao público através de um coro, sugerindo que os manipuladores das marionetas não passam também de marionetas à mercê de um comando superior.

Revemo-nos na forma como António José da Silva via na arte uma forma de transgredir, e nas limitações que o autor enfrentou para levar os seus textos à cena. E da mesma forma que para o autor, o uso das marionetas permitiu a contenção financeira necessária, também permitiu uma maior liberdade na expressão crítica e satírica. E é de liberdade que trataremos nesta criação.

Escola da Marioneta - workshop de construção de marionetas em Esponja - Adultos

Até ao dia 7 de Maio estamos a dar Formação a um grupo de educadoras, que através da marioneta, vai teatralizar um espetáculo com os seus piquenos.
Estamos a trabalhar os animais.
Este é o horário da formação para as dez alunas!

30 abril das 9h às 13h
7 de maio das 9h às 13h
18 e 29 de abril das 19h às 22h
Fase 1
Prototipo
Fase 2
Elaboração da figura
Fase 3
construção do molde
Fase 4
Execução da figura com molde



















19/04/16

workshop de marionetas para os mais novos

Até ao final do ano letivo a Escola da Marioneta e a Academia de Música de Espinho são parceiras.
Estamos a dar formação aos mais novos, através do workshop de marionetas de fios, cruzes cruzeta!~
Podem consultar mais aqui:
http://www.marionetasmandragora.com/index.php?hidEv=125


"para que servem as mãos" solidário

Foi lançado o desafio e mais de uma centena de espetadores disseram sim a esta iniciativa. Entregamos o valor de algumas cenetenas de euros á Associação rarissimas, em especial valor dedicado ao tratamento do pequeno GABI.

Nascido a convite do Instituto de Medicina Legal do Porto e da Comissão de Proteção de Jovens de Gondomar, o projeto começou por se deslocar pelas escolas do país, acompanhado por Comissões de Proteção de Crianças. Mais tarde surgiu o apoio da Fundação Calouste Gulbenkian, que permitiu uma maior dinâmica junto das crianças. Decorridos 3 anos, foi visto por mais de 5000 crianças em cerca de 70 espetáculos.
A companhia quis celebrar este marco da melhor forma, com um espetáculo solidário cujo valor de bilheteira reverte para a Associação Raríssimas, que apoia crianças e jovens com doenças raras.
"Assim lançamos o convite para virem assistir ao espetáculo e trazerem as vossas crianças adquirindo um bilhete de valor simbólico, decidido por cada um", desafia a companhia. "Cada um dá o que pode, ou até não dê mais nada para além da sua importante presença. A porta está aberta a todos e todos fazem parte desta iniciativa, porque a sociedade deve tratar, cuidar e amar as suas crianças."

14/04/16

dia d, ou talvez o dia p de papelada

Ora agora que estreamos o "conchas" toca a arrumar os papeis, durante alguns dias ficamos "ligados às maquinas" como por brincadeira vamos dizendo.
São formulários papeis, imagens, gráficos, candidaturas e assinaturas, não ainda não terminei emails, e emails e o nosso email que passa a vida a mascarar-se de spam e me consome o juízo... um sem número de coisas que gostamos muito pouco de fazer mas que tem a força que lhes sabemos "andamos aos papeis"!!!

É claro que a organização é fundamental mas um tanto ou quanto de pó e de folhas empilhadas, de folhas amarrotadas também ajudam a criar uma patine envelhecida sobre o trabalho faz parte da poética da coisa.

Ainda falta muito a escrever sobre o "conchas" mas acabei de submeter candidaturas e dossiês, que com o seu limitado numero de caracteres nos obrigam a uma extrerna verificação, da ordem extremista para com o texto, eu queria dizer mais qualquer coisa mas ups, já tenho caracteres a mais é a força do carácter ou do caracter e os dossiers esses limitados a um mega ( 1M) e nos forçam a uma eterna compressão de imagens para que possam ser anexados, não são as grande coisas mas estas piquenas coisinhas que nos arreliam até à medula, Irra!

Já quanto aos textos, com perguntas chavão com perguntas como "perspectivas para o futuro" em 4000 caracteres fazem-me deitar fumo pelas orelhas, é que eu já escrevo de um modo redundante, perco-me, pelas canelhas da escrita e ainda redundo na redundância do que escrevo...e depois verdade seja dita num dia digo, quero alguém que venha aqui e escreva por mim, no outro penso que é preciso estar muito dentro da engrenagem para poder falar sobre ela...

Mas o forno criativo ( e que bela imagem, de uma poética imparável) continua ligado, a minha cabeça parece uma prateleira de caixas cheias,  a deitar fora, acho que os conteúdos por vezes caem de umas caixas para as outras mas nesta sanidade insano tento andar com os papeis para frente. É assim e trabalho eu para o boneco...vou beber um chã!

muitas plataformas

E já passou algum tempo sem atualizações no blog, não que tenhamos andado arredados destas lides, que nos acompanha no facebook sabe que andamos na corrida mais louca do mundo. Mas Bom falta de facto estarmos aqui um pouco menos freneticos do que a plataforma facebook por vezes nos impõem.

Por isso aqui vai a intenção, não que seja uma verdade absoluta de manter o blog atualizado, por vezes parece uma daquelas promessas que fazemos enquanto comemos as passas.

26/10/15

"descobridores" em digressão, um espetáculo para bebés!

Depois de dias muito intensos, regressamos a um acerta tranquilidade, se bem que a s ideias não parem de fervilhar.

A estreia de "descobridores" leva-me em conjunto com a Vânia Kosta a um amplo entendimento da arte teatral para bebés.
Sem dúvida que este é um grande desafio. Os bebés chegam pela mão ou no colos dos pais, é um momento importante, fundamental.
Sente-se uma energia de esperança no ar! Uns momento antes do espetáculo começar os bebés estão desconfiados, aninham-se nos colos e nas saias dos seus pais, mas a pouco e pouco a conversa que se desenrola antes mesmo do espetáculo começar quebra um conjunto de barreiras, instala-se um energia de tranquilidade.
O espaço cénico está ao fundo, no palco e temos de atravessar toda a plateia para lá chegar, mas neste momento cenografia e iluminação criam uma imagem magnifica, o resplandecente ventre materno ao fundo.
Existe por momentos um deslumbramento! Conseguimos já provocar uma mudança de ritmo nos espetadores e ainda não entramos!



Um pouco na dúvida o publico aproxima-se do ventre, vamos entrar, e a entrada é poética calma e tranquila.
Os pais e as crianças acomodam-se, os mais pequenos não irão tirar os olhos de mim até ao final do espetáculo, enquanto os mais crescidos irão entre olhar-se reagindo muitas vezes em grupo.
Durante o espetáculo os pais vão intervindo suavemente, como que a dizer, nós estamos aqui, sente-se dentro do ventre uma grande partilha de afetos.
A narrativa vai-se desenrolando, com distintos estímulos e ritmos.
No final saímos em grupo, conforme entramos e vamos ao encontro da exposição sem perder o estado interior que trazemos do espectáculo e atravessamos o espaço expositivo de um modo mais livre...
Eu saio, sem que haja palmas, sem que dêem conta, sem dizer adeus, eu fui um momento nas suas vidas, e fico contente ao deixar para traz risos e uma alegria contagiante.